Blog da FIIK


Gastando pouco no casamento

Se você começou a procurar por serviços para o seu casamento e, na hora de pedir orçamentos, quase desistiu pelos preços, respira fundo e calma! Esta lista vai lhe ajudar a encontrar soluções mais baratas e tão especiais quanto as que você já tem em ...
Gastando pouco no casamento

Se você começou a procurar por serviços para o seu casamento e, na hora de pedir orçamentos, quase desistiu pelos preços, respira fundo e calma! Esta lista vai lhe ajudar a encontrar soluções mais baratas e tão especiais quanto as que você já tem em mente para o grande dia.

Se possível, comece os preparativos com antecedência: quanto antes a festa começar a ser organizada, mais barata ela tende a ficar. Se você se programa com um ano de antecedência, por exemplo, até o momento da festa, tudo (ou quase tudo) já estará pago. Você pode ir pesquisando preços com calma e tentar negociar com os fornecedores. Normalmente, quando ainda há um tempinho pela frente, eles ficam mais “abertos” a negociações, já que tudo poderá ser visto com calma, sem que os prazos fiquem apertados. Além disso, tente fazer os pagamentos à vista, pois o desconto obtido acaba sendo bastante notório.

Pense criteriosamente no número de convidados: faça uma lista de pessoas que deseja convidar e, depois, divida-a em duas partes; uma referente a pessoas imprescindíveis e outra, a pessoas que podem não ser convidadas. Refaça a lista de forma que fiquem apenas as pessoas mais especiais para vocês, noivos. Quando tiver essa lista pronta, você terá uma noção melhor de como se programar com espaço, buffet, bebidas...

Contrate um cerimonialista: num primeiro momento, todo mundo acha que é um serviço dispensável, mas, no fim, todos acabam mudando totalmente de opinião. Cerimonialistas organizam t-u-d-o e ajudam muito no barateamento da festa. Como eles mantêm relação com fornecedores, têm mais experiência para pedir descontos. Além disso, sabem pesquisar preços e orientam os noivos a gastar de acordo com o orçamento.  

Procure por espaços com o máximo de beleza natural: se o casamento ocorrer em um espaço já bonito, novo, cheio de verde e flores, o gasto com a decoração não será muito alto, e acredite... esse é um dos maiores gastos em uma festa de casamento. Se a festa ocorrer na primavera, então, melhor ainda! É a época em que há mais opções de flores e, consequentemente, preços mais baixos.

Foto: Casamento ao ar livre

Segure um pouco os gastos com buffet e bebida: isso pode variar de festa para festa, mas o que mais costuma pesar no orçamento é decoração (falamos no tópico anterior), buffet e bebida. Em relação às comidas, uma sugestão para cardápio é oferecer mais opções de pratos frios e apenas uma de prato quente (massas, carnes e aves têm um preço melhor comparado a peixes e frutos do mar). Sobre as bebidas, tente negociar o pagamento por consignação, ou seja, pague com antecedência uma parte e reserve a outra, pagando só o que foi consumido depois da festa. Dê preferência para espumantes nacionais e corte o uísque.

Crie um site para que possa receber os “presentes” em dinheiro: esse é um ponto um pouco polêmico, pois divide opiniões. Funciona assim: os noivos criam uma lista de presentes, mas não recebem os presentes; recebem o dinheiro correspondente aos presentes. Alguns noivos mais conservadores acham essa ideia muito moderna, mas muitos casais usam essa plataforma para ajudar com os gastos dos preparativos. Pense... utensílios de cozinha, itens de decoração e eletrodomésticos talvez, naquele momento, não sejam tão importantes quanto a festa. São coisas que depois, conforme o tempo for passando, os noivos vão comprando.

Aqui estão alguns tópicos importantes para preparar um casamento gastando pouco, mas, claro, isso depende do estilo dos noivos. Peguem a lista como ponto de partida e preparem uma linda festa!